Publicidade
Juacas | Saindo de sua zona de conforto, Disney Channel estreia série 100% brasileira sobre surfistas

Faltam poucas horas para a grande estreia do novo seriado do Disney Channel, a série 100% brasileira Juacas, que terá 26 episódios de 22 minutos cada, e será exibida de segunda a sexta-feira, às 19h. Gravada em Itacaré, na Bahia, no primeiro semestre de 2016, e passada na Praia de Itamambuca (Ubatuba), o seriado abordará um pouco do universo dos surfistas da temporada de Campeonatos Anuais Ondas Super Surfe (CAOSS).

Estrelada por Rafael Castro, Eike Duarte, o argentino Juan Ciancio (Rock Bones), Larissa Murai (A Floricultura da Nana), Mariana Azavedo, Clara Caldas, Guilherme Seta, Eduardo Gil (Quando Toca o Sino), os novatos André Lamoglia, Marino Canguçu, Bruno Astuti, Isabela Souza, Mateus Mahmoud e os veteranos Nuno Leal Maia (como Professor Juaca) e Suzy Rêgo (como Dona Juma), o seriado apresenta também a participação especial de surfistas profissionais como Marina Werneck, Filipe Toledo, Adriano de Souza e Teco Padaratz; e Picuruta Salazar, Matheus Navarro, e Pedro Norberto como dublês, entre outros nomes.

A segunda série original brasileira para o Disney Channel produzida pela Cinefilm e pela Chatrone, Juacas, criada por Carina Schulze que também é showrunner da série, conta com a direção geral de Juliana Vonlanten.

Na trama, todo ano, no auge das férias, acontece o CAOSS, que atrai milhares de turistas, surfistas e centenas de jovens em busca de um sonho: se tornarem surfistas profissionais. O CAOSS é um campeonato de equipes de surf que acontece há décadas e que já revelou diversos talentos, dentre eles a lendária equipe JUACAS. O evento é super Importante para os atletas se classificarem para os campeonatos internacionais. Todos os anos, várias equipes de surf viajam para Itacaré e ficam lá durante os meses das férias para participarem destes campeonatos. A equipe que ganhar o CAOSS tem o passaporte garantido para continuar competindo como profissional nos circuitos oficiais – e este é o sonho de todo surfista iniciante!

Este ano vai ser diferente! O antigo time Juacas, desaparecido há 10 anos devido ao sumiço do seu líder – o Professor Juaca (Nuno Leal Maia)– reaparece para disputar o CAOSS e voltar ao circuito. Sem muitos recursos e nem patrocínio, os Juacas enfrentarão o time favorito e bem patrocinado, os Red Sharks, e o primeiro time composto só de meninas, as Sirenas, além de várias outras equipes sedentas pelo título. É muita expectativa e tensão no ar!

Os Juacas já foram o melhor time de surf de todos os tempos. O Professor Juaca formou a equipe em 1982 e rapidamente virou o melhor. Em 1985, o time ganhou pela primeira vez o CAOSS e seguiu invicto até 1991. Em 1989, a equipe estava no auge, e era formada por três surfistas: Marcondes Kameha, filho de Juaca, Cezinha e Xorxinho. Porém, um dia, houve uma tragédia: no ano 2000, o grande Marcondes Kameha, o Pelé dos surfistas, morreu durante um campeonato de ondas gigantes durante uma tempestade. Ele deixou pra trás uma filhinha recém nascida. O time entrou em luto. Cezinha virou radialista em Itacaré, Xorxinho virou shaper em Búzios e o grande Juaca sumiu sem deixar rastros… Mas agora tudo está prestes a mudar!

Rafa Smor, um garoto cheio de garra e vontade aparece para montar uma equipe para competir no CAOSS em Itacaré. Ele encontra Cezinha, o ex-Juaca que hoje é o narrador do campeonato e radialista da cidade. Rafa explica que é fã dos Juacas e, inspirado por eles, resolveu vir pro CAOSS montar a sua própria equipe. Além disso, ele revela que aprendeu a surfar com o Professor Juaca. Cezinha estranha, afinal, Juaca sumiu há muitos anos, mas Rafa garante que é verdade.

Rafa está determinado a formar sua equipe de surf no CAOSS mas logo percebe que será mais difícil do que ele imaginou – todas as equipes já estão formadas e não há praticamente nenhum bom surfista disponível. Mas ele não desiste e, com um pouco de intuição, monta uma equipe que acaba surpreendendo! Junto de Billy, um geniozinho com uma capacidade incrível de ler o mar e Jojó, um mineiro peixe fora d’água, Rafa remonta o time dos Juacas.

É claro que essa jornada não será fácil. Os meninos precisarão passar por diversas dificuldades – como a falta de patrocínio, que faz com que eles sejam a equipe mais mal equipada do CAOSS; as diferenças de personalidades entre os três; a competição com os outros times; os treinos e, claro, toda a pressão do campeonato! No início, os Juacas ainda precisam lidar com a falta de um técnico – já que o Juaca está completamente desaparecido. Eles descobrem o esconderijo do professor, mas ele se mostra um “rabugento” e manda os garotos embora. Com o tempo, Juaca acaba saindo da toca e volta a treinar os meninos, construindo uma relação de confiança e ensinando para eles a filosofia dos Juacas – o surf em harmonia com si mesmo e a natureza.

A maior ameaça para os Juacas são os Red Sharks. Dentro e fora do campeonato, essa equipe super high-tech faz de tudo para dificultar a vida dos nossos heróis. Marcelo Mahla, Seba e Minhoca são o trio que não mede esforços para ficarem em primeiro lugar – custe o que custar.

Pelo menos, os Juacas podem contar com a amizade das Sirenas, formadas pelas lindas e destemidas Leilane, Vivi e Brida. As meninas têm que provar o tempo inteiro que elas são mais do que um rostinho bonito e as três de fato—surfam muito!

Todos os competidores do CAOSS ficam hospedados na VILLA ECOPORAN e ali treinam para as baterias da competição. Em diferentes alojamentos e condições, todos batalham pelas melhores posições. Com muita aventura, comédia e emoção, veremos os Juacas lidando com as dificuldades do campeonato e da adolescência. Mas, no final, todos amadurecem com o surf e terminarão o campeonato muito diferentes de quando começaram.

Saindo completamente fora da zona de conforto das últimas produções musicais, o Disney Channel surpreende com essa divertida e muito bem feita série! Juacas estreia hoje, dia 03 de julho e você poderá ver às 19h, de segunda à sexta, no Disney Channel.

FICHA TÉCNICA
Gênero:
Ação e comédia
Classificação indicativa:
livre
Lançamento:
2017
Criadora e Showrunner:
Carina Schulze
Direção geral:
Juliana Vonlanten
Dirigida por:
Juliana Vonlanten, Caetano Caruso, Marcelo Trotta
Diretores de fotografia:
Marcelo Trotta ABC, Alexandre Samori, Hugo Takeuchi e Kauê Zilli
Diretor de arte:
Marcos Botassi, Rodrigo Saraiva
Coprodução:
Cinefilm, Chatrone e Buena Vista Intenational
Produção executiva:
Carina Schulze, Aaron Berger, Flávio Vonlanten e Juliana Vonlanten
Criado por:
Carina Schulze
Roteiros:
Carina Schulze, Marcos Ferraz, Arnaldo Branco, Izabella Faya, Valentina Castello Branco, Ludmila Naves, Ana Pacheco e Anita Chaves.

Comentários