Publicidade
“Os Três Porquinhos” entra na lista de preservação pelo National Film Registry
Já não é nenhuma novidade que anualmente a National Film Registry, órgão americano responsável pela preservação de filmes na Livraria do Congresso, libera a lista de 25 filmes e curtas na que serão preservados para que sejam salvos da deterioração do tempo. Esse ano de 2007, apenas um curta-metragem de animação dos estúdios Disney está presente na lista entre os 25 filmes a serem preservados. O curta de sucesso de 1933, “Os Três Porquinhos” por sua importância histórica e cultural foi escolhido junto com outros 24 títulos para a preservação.

O curta-metragem produzido por Walt Disney recentemente foi eleito 11º melhor desenho animado de todos os tempos, sendo encontrado atualmente no DVD “Sinfonias Ingenuas” da coleção Treasures Disney, uma coleção rara que teve apenas quatro volumes lançados no Brasil, sendo que a maioria se encontra fora de catalogo.

A lista completa de filmes e curtas selecionados pela National Film Registry pode ser vista abaixo.


FILMES

# De Volta para o Futuro (Back to the Future, 1985)
# Bullit (1968)
# Contatos Imediatos do Terceiro Grau (Close Encounters of the Third Kind, 1977)
# A Vida é uma Dança (Dance Girl, Dance,1940)
# Dança com Lobos (Dances with Wolves, 1990)
# Cinzas do Paraíso (Days of Heaven, 1978)
# Glimpse of the Garden (1957)
# Grande Hotel (Grand Hotel, 1932)
# No Silêncio da Noite (In a Lonely Place, 1950)
# O Homem que Matou a Facínora (The Man Who Shot Liberty Valance, 1962)
# Cidade Nua (The Naked City, 1948)
# Estranha Passageira (Now, Voyager!, 1942)
# Oklahoma! (1955)
# O Homem Forte (The Strong Man, 1926)
# Tom, Tom the Piper’s Son (1969-71)
# 12 Homens e uma Sentença (12 Angry Men, 1957)
# As Mulheres (The Women, 1939)
# O Morro dos Ventos Uivantes (Wuthering Heights, 1939)


CURTAS-METRAGENS
# Os Três Porquinhos (Three Little Pigs, 1933)
# The House I Live In (1945)
# Mighty Like a Moose (1926)
# Our Day (1938)
# Peege (1972)
# The Sex Life of the Polyp (1928)
# Tol’able David (1921)

Comentários